terça-feira, 30 de março de 2010

O FEUDALISMO E O RENASCIMENTO COMERCIAL - RESUMO.

O Feudalismo antecedeu a organização social burguesa, que começou a se formar a partir do movimento das Cruzadas, com a ascensão da burguesia. As principais características da do Feudalismo foram à retração geográfica do Mundo Cristão, que tinha atingido seu ápice na Antiguidade com o Império Romano; o processo de ruralização da população, que migrou das cidades para as propriedades rurais denominadas feudos e; uma sociedade de privilégios, dividida por ordens sociais (estamentos) e sem mobilidade social. Devemos ressaltar, ainda, a importância da religiosidade e da Igreja Católica para o período, já que o Homem Feudal, não reconhecia nenhuma nacionalidade, sendo condição de identidade na Europa Ocidental do período, a religião Católica. Portanto, o Homem não se declarava Francês, Alemão ou feudal, ainda mais que se tratava de uma sociedade onde o domínio da escrita não era universal, poucas pessoas tinham esse conhecimento, em geral eram pessoas ligadas a Igreja Católica (o clero).
A partir do século XI, a Europa Feudal passou por um processo de aumento populacional, o que obrigou ao Mundo Feudal expandir sua área de ocupação para poder alocar toda essa população e produzir os alimentos necessários para o seu abastecimento. Neste contexto surge ao Movimento Cruzadista, onde com a justificativa de reconquistar a Terra Santa, os Católicos da Europa promovem a expansão de seus domínios por outras partes da Europa e por regiões da Ásia (Oriente Médio). Essa expansão do mundo ocidental, ocasiona a reabertura das rotas comerciais entre a Europa e Oriente, proporcionando assim o Renascimento da atividade Comercial na Europa. O Renascimento Comercial permitiu a Europa Ocidental a abastecer sua população a partir da compra de produtos de outras regiões. Por razões de segurança os mercadores passaram a se concentrar nos burgos, por serem áreas mais fortificadas, por isso a denominação de burgueses. Os burgos passam a ter de novo um atrativo para a população, passando mais uma vez a concentrar a população. É a partir dos burgos que surgem as cidades.
As transformações ocasionadas pelo ressurgimento comercial e urbano na Europa após as Cruzadas quebraram o equilíbrio do mundo feudal, e levou a substituição do modo de vida feudal. Os burgueses, moradores das novas cidades, ligados a atividade comercial, ganharam importância social, passando a compor um grupo social inexistente no mundo feudal. O comércio passou a ser a atividade econômica principal substituindo a agricultura do mundo feudal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É MUITO BOM TER SEU COMENTÁRIO, LOGO ELE ESTARÁ PUBLICADO.
OBRIGADO.

Postar um comentário

VISITAS

Contador de visitas